Carregando...

5 principais tendências tecnológicas para 2024: previsões e expectativas

Em 2023, os smartphones Android deram um salto qualitativo. Eles aumentaram visivelmente em potência, nos proporcionaram dias sem recarregar e nos surpreenderam com a qualidade do processamento de imagem. Mas isso foi então. O que nos espera nos smartphones em 2024? Qual termo ocupará o centro dos slogans publicitários e das características técnicas de cada carro-chefe? Aqui estão cinco principais tendências tecnológicas de smartphones para 2024 que acreditamos que estarão em foco no próximo ano.

1. Inteligência artificial diretamente nos dispositivos

5 principais tendências tecnológicas para 2024: previsões e expectativas

2023 foi repleto de histórias sobre chatbots e IA. Esta onda continuará a ganhar força no próximo ano. Com os avanços no LLM por trás da IA ​​generativa, esperamos avanços ainda maiores. Curiosamente, a IA generativa se tornará mais acessível e será integrada aos principais dispositivos Android 2024. A Qualcomm já anunciou o Snapdragon 8 Gen 3 com o mais recente AI Engine que pode fazer maravilhas na geração de IA.

Você já ouviu rumores de que a Samsung pode trazer IA integrada para o Galaxy S24 com vários recursos alimentados por IA, incluindo transferência de chamadas em tempo real, Magic Editor para vídeos e muito mais? E o Google Pixel 9, de acordo com os últimos relatórios, pode ser equipado com uma IA baseada em Gemini chamada Pixie.

Imagine papéis de parede gerados por IA, correções automáticas inteligentes baseadas em sua conversa, a capacidade de redigir e-mails ou documentos longos apenas com base em uma dica e sugestões contextuais com base em seu uso. Todos esses são exemplos de como a IA pode enriquecer os smartphones Android em 2024. E isto é apenas o começo. Certamente veremos maneiras ainda mais inovadoras de usar a inteligência artificial para melhorar a produtividade e simplificar funções complexas.

2. Opções avançadas de instalação de aplicativos

O Android sempre deu liberdade para instalar arquivos APK não oficiais. Mas o Google recentemente limitou essa liberdade em um esforço para proteger os usuários contra a instalação acidental de aplicativos fraudulentos ou desnecessários. A Play Store não permite que desenvolvedores dos EUA usem métodos de pagamento alternativos, ao contrário de outros mercados. E tem a Apple, que não permite a instalação de aplicativos não oficiais no iPhone.

Sob pressão dos reguladores, a situação deverá mudar em 2024. O Google já anunciou melhorias significativas no processo de instalação de aplicativos de terceiros no Android. Agora tudo passará por uma única tela. Haverá também um sistema de pagamento alternativo, User Choice Billing, para usuários do Android nos EUA, permitindo que os desenvolvedores aceitem pagamentos ignorando o Google Play. Mas o Google ainda cobrará uma comissão de 26% em cada transação.

Os fabricantes de dispositivos Android também poderão adicionar atalhos para suas lojas de aplicativos alternativas na tela inicial dos telefones.

Quanto à Apple, é possível que introduzam um recurso para instalação de aplicativos não oficiais no iPhone em uma futura atualização do iOS 17, pelo menos na Europa no próximo ano. Isto se deve à necessidade de cumprir Lei dos Mercados Digitais da UE (DMA), que exige que os gigantes da tecnologia abram suas lojas para aplicativos de terceiros. A empresa de Cupertino também confirmou a introdução do suporte RCS no iMessage em 2024.

Espera-se que Google, Apple e outros gigantes da tecnologia abram seus serviços seguros a desenvolvedores terceirizados em 2024 para evitar pressão regulatória.

3. Telas superbrilhantes

Recentemente, os fabricantes de Android competiram na resolução das telas de seus telefones e depois na taxa de atualização. Agora, a julgar por modelos como OnePlus Open, Xiaomi 14 Pro e OnePlus 12, 2024 será o ano das telas superbrilhantes.

A corrida pelo brilho já começou: o OnePlus Open ostentava brilho máximo de 2.800 nits, um recorde entre os dispositivos dobráveis. Xiaomi diz que a tela do 14 Pro tem um brilho máximo surpreendente de 3.000 nits. E há rumores de que o OnePlus 12 é capaz de incríveis 4.500 nits. O próximo Samsung Galaxy S24 Ultra e suas versões inferiores também prometem um brilho máximo de mais de 2.500 nits.

As telas dos melhores smartphones já são facilmente legíveis ao sol. Mas com esses níveis de brilho, os carros-chefe do Android de 2024 prometem nos proporcionar uma experiência de usuário ainda mais envolvente.

4. Qi2 no Android

Fonte: Consórcio de Energia Sem Fio.

O Wireless Power Consortium (WPC) revelou o Qi2 com integração MagSafe na CES 2023. Os primeiros produtos compatíveis com Qi2 estarão disponíveis a tempo para a temporada de férias, com mais lançamentos esperados na próxima CES. Até o momento, os fabricantes de Android não lançaram dispositivos com suporte Qi2, mas isso deve mudar em 2024.

Espera-se que os grandes carros-chefe do Android lançados no segundo semestre de 2024 sejam equipados com Qi2. Isso permitirá que seu telefone se conecte magneticamente a carregadores sem fio para um carregamento mais estável. Já existem rumores de que o Google pode adicionar carregamento sem fio estilo MagSafe ao Pixel 9.

Com o Qi2 também será possível fixar acessórios magnéticos na parte traseira do telefone. Porém, o novo padrão não promete carregamento mais rápido: a versão atual suporta velocidades de até 15 W, como o Qi anterior. Se quiser adicionar Qi2 ao seu telefone antes do lançamento oficial, você pode usar um dos melhores adaptadores MagSafe, mas o suporte nativo é sempre preferível.

5. Período estendido de suporte de software e hardware

Anteriormente, a maioria dos fabricantes de Android fornecia três ou quatro anos de suporte de software para seus modelos principais. Mas este ano, o Google levou isso para o próximo nível com o lançamento do Pixel 8 e a promessa de sete anos de sistema operacional e atualizações de segurança.

Esperançosamente, esta tendência continuará em 2024, com os fabricantes Android oferecendo suporte ainda mais longo para seus dispositivos. Eles podem não cumprir a promessa de sete anos do Google, mas qualquer melhoria em relação ao cronograma atual será bem-vinda.

Google Pixel 8

O Google não apenas promete suporte de software de longo prazo, mas também garante o fornecimento de peças de reposição para a série Pixel 8 por sete anos. Isso aumentará significativamente a vida útil dos dispositivos e permitirá que os usuários consertem seus telefones sem complicações.

Com a União Europeia a incentivar as empresas a alargar os períodos de suporte para os seus produtos e a reduzir o lixo eletrónico, é provável que outros fabricantes de Android também comecem a oferecer suporte mais longo para os seus dispositivos.

2024: O ano em que os smartphones se tornam emocionantes novamente

Não há como negar que a inovação no espaço dos smartphones desacelerou nos últimos anos. Novos modelos trazem atualizações, mas são mais evolutivos do que revolucionários.

Mas 2024 promete ser um ponto de viragem. As atualizações podem parecer pequenas à primeira vista, mas no geral irão melhorar muito a experiência do usuário. A integração de IA incorporada e generativa tem o potencial de revolucionar a forma como abordamos a fotografia, a gravação e a edição de vídeos. Além disso, o maior suporte para componentes de hardware e software permitirá que você aproveite ao máximo seu dispositivo favorito durante toda a sua vida útil.